piemonte fm

sexta-feira, 19 de dezembro de 2014

Sindicato do Produtores Rurais de Alagoa Grande reazliza confraternização

FONTE:BLOG DO RILDO
O Sindicato dos Produtores Rurais de Alagoa Grande (SPRAG), realizou na manhã desta quinta-feira (18), uma Confraternização com seus associados. Durante a confraternização foram entregues certificados de conclusão de vários cursos que foram oferecidos pelo Sindicato durante todo o ano de 21014.

Na oportunidade, o Presidente do SPRAG, Dr. Vanildo Pereira, fez a abertura do evento, falando sobre a história do Sindicato desde a sua fundação aos dias de hoje. Em seguida foi passada a palavra ao professor e historiador José Avelar, que em breves palavras contou um pouco da história de Alagoa Grande e da importância do Sindicato nesse contexto. Finalizando a abertura da solenidade Célio Martins, Superintendente do Senar, em sua palavras falou da importância desses cursos para o homem do campo, parabenizou Dr. Vanildo Pereira por sua grande administração a frente do Sindicato e da importância da parceria.

O Sindicato dos Produtores Rurais de Alagoa Grande (SPRAG) foi reconhecido como o Sindicato mais atuante da Paraíba neste ano de 2014, e como justa homenagem, Dr. Vanildo Pereira foi agraciado com um quadro com sua foto e colocado em um local especial no salão de entrada.

Um bom número de pessoas participaram do evento. A Diretoria do Sindicato encerrou o evento desejando a todos um Feliz Natal e um Ano Novo cheio de realizações, renovando o compromisso de estar sempre presente na vida dos agricultores, em seguida foi servido um delicioso lanche a todos presentes.

















Processo de importação de canabidiol por pessoas físicas é simplificado no Brasil

Para a primeira importação de derivado do canabidiol, a pessoa física deverá preencher formulário com dados gerais, além de apresentar prescrição e laudo médico

Saúde | Em 18/12/14 às 22h47, atualizado em 18/12/14 às 22h52 | Por Agência Brasil
Reprodução/Internet
Processo de importação é simplificado
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) simplificou nesta quinta-feira (18) os trâmites necessários para importação de produtos à base de canabidiol, beneficiando pessoas físicas e o uso próprio. A partir de agora, a documentação apresentada pelos interessados na importação terá validade de um ano, sendo necessária apenas a apresentação da receita médica a cada novo pedido de importação.

Para a primeira importação de derivado do canabidiol, a pessoa física deverá preencher formulário com dados gerais, além de apresentar prescrição e laudo médico. O solicitante também deverá assinar termo de responsabilidade, juntamente com o médico responsável pelo tratamento. A partir da primeira autorização, o solicitante terá autorização de importação excepcional por um ano.

A Anvisa retomará a discussão sobre reclassificação do canabidiol na primeira semana de janeiro, durante a primeira reunião da diretoria do órgão em 2015. A informação foi confirmada para famílias de pacientes que fazem uso da substância no Brasil, após reunião com a diretoria da agência. Atualmente, o produto está classificado na lista de substâncias proscritas.

Recentemente, o Conselho Federal de Medicina decidiu autorizar neurocirurgiões e psiquiatras a prescrever remédios à base de canabidiol para crianças e adolescentes portadores de epilepsias cujos tratamentos convencionais não surtiram efeito.

Ação do BPTran orienta motoristas sobre os perigos da prática de bate papo no trânsito

Prática é considerada uma infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira, mas legislação é antiga e não reflete os perigos reais

Cidades | Em 18/12/14 às 20h57, atualizado em 18/12/14 às 21h54 | Por Redação
Reprodução/portaldotransito.com.br
Uso de celular pode causar acidentes e lentidão
Os motoristas que passam nas blitzen realizadas diariamente pelo Batalhão de Policiamento de Trânsito da Polícia Militar da Paraíba estão sendo orientados sobre os perigos do uso de aplicativos de mensagens instantâneas enquanto dirigem. A utilização recorrente de dispositivos móveis e seus aplicativos no trânsito pode aumentar em até 400% o número de acidentes, segundo o comandante do BPTran, tenente-coronel Almeida Martins.
 “Essa prática é considerada uma infração média, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira. Mas o perigo não pode ser avaliado pelo valor da multa, já que essa tipificação no código foi feita no ano de 1995, quando no Brasil pouco mais de 4 milhões de pessoas tinham celulares, realidade totalmente diferente de hoje, quando aparelhos sofisticados invadiram as ruas com seus diversos dispositivos que tiram a atenção do motorista no trânsito”, comentou.

O oficial destacou que o Batalhão está intensificando as orientações sobre os perigos do uso dos aplicativos no trânsito. “Temos um trabalho de educação no trânsito em todo Estado. Não estamos nas ruas só para multar e apreender veículos. Nosso papel é educar para prevenir, então estamos alertando os motoristas que passam em nossas blitzen, principalmente os mais jovens, para evitar que façam isso e sejam multados, ou até mesmo se envolvam em acidentes”, externou o comandante.

Os acidentes mais comuns que o uso dos aplicativos podem provocar são os laterais (abalroamentos) e traseiros (colisões). Só no mês de novembro, dos 198 acidentes registrados pelo BPTran na Paraíba, 122 foram abalroamentos e colisões, o que representa mais de 60%, segundo a seção de planejamento e estatísticas da unidade. Ainda não há um estudo detalhando as causas para apontar a relação com o uso dos aplicativos, mas o comando do Batalhão vem orientando os motoristas no sentido de impedir o crescimento destes números.

Trânsito lento

Outra problemática que o uso de aplicativos pode trazer é a lentidão no trânsito. Os motoristas, quando parados nos semáforos, podem aproveitar a parada e fazer o uso desses dispositivos, não ficando atentos para quando o sinal ficar verde, provocando congestionamentos e lentidão.

quinta-feira, 18 de dezembro de 2014

Vital do Rêgo e Raimundo Lira participam de reunião com o vice-presidente da República, Michel Temer

Postado por Tião Lucena, 18 de Dezembro de 2014 às 03:34


Às vésperas da posse como ministro do Tribunal de Contas da União – TCU, o senador Vital do Rêgo (PMDB-PB) compareceu a audiência no gabinete do vice-presidente da República, Michel Temer (PMDB), acompanhado de seu sucessor, o empresário e futuro senador Raimundo Lira.

Durante a reunião, Vital reafirmou que o mandato assumido por Raimundo Lira haverá de honrar em muito a Paraíba. Ele destacou que Lira, quando exerceu mandato no Senado Federal, deu mostras de seu compromisso com o espírito democrático e republicano com o Poder Legislativo, também com a população paraibana, à qual representa.

Enquanto senador, Raimundo Lira – natural de Cajazeiras, no sertão da Paraíba, mas que desenvolveu boa parte de sua vida em Campina Grande – presidiu a Comissão de Assuntos Econômicos. Parlamentares com assento no Congresso Nacional, à época, o tinham como um dos melhores oradores do Brasil.

Cajazeirense, Raimundo Lira é formado em Economia pela Universidade Federal da Paraíba. Lecionou Economia Brasileira na Universidade Regional do Nordeste, hoje UEPB. Também foi vice-presidente do Conselho de Administração do Banco do Estado da Paraíba S/A - Paraiban. Em 1986, lançou sua candidatura a senador pelo PMDB, sendo eleito, contra a forte candidatura de Wilson Braga, ao mesmo cargo.

Acusado de matar esposa há 23 anos em CG é condenado a 18 anos de prisão

Ruth Patrícia Maracajá foi assassinada em fevereiro de 1996 e o acusado chegou a ser condenado em 2009, mas ficou foragido, o que acarretou na anulação da sentença

Justiça | Em 18/12/14 às 18h14, atualizado em 18/12/14 às 19h13 | Por Redação
Portal Correio
Teodósio foi condenado a 18 anos de reclusão
Jurandir Teodósio de Souto foi condenado nesta quinta-feira (18) a 18 anos de prisão por ter assassinado a esposa há 23 anos em Campina Grande. Ele passou 18 anos foragido, morava no Distrito Federal e foi encontrado este ano pela filha nas redes sociais.

Ruth Patrícia Maracajá foi assassinada a facadas em fevereiro de 1996 e o acusado chegou a ser condenado em 2009, mas ficou foragido, o que acarretou na anulação da sentença. Depois de ser localizado, ele se entregou à polícia no Distrito Federal em 29 de agosto.

O julgamento começou pela manhã e seguiu até o fim da tarde desta quinta, presidido pelo juiz Falcão de Queiroz, no 2º Tribunal do Júri em Campina Grande. O promotor Oswaldo Lopes disse que todas as provas eram suficientes para que ele fosse condenado.

Os advogados de Teodósio não falaram com a imprensa. Ele voltou para o PB1, em João Pessoa, onde estava recolhido desde que se entregou em agosto e vai cumprir pena por homicídio qualificado.

Paraíba é o terceiro do NE com maior saldo de criação de empregos em 11 meses

Estado criou mais de 2 mil vagas em novembro; já o Brasil, em relação a novembro do ano passado, teve queda de 88% na geração de postos de trabalho

Economia | Em 18/12/14 às 18h21, atualizado em 18/12/14 às 18h58 | Por Redação
Valdecir Galor/SMCS (Fotos Públicas)
PB registra alta nos empregos
A Paraíba registrou alta de 29,11% na geração de empregos, com a criação de 2.448 postos de trabalho em novembro. Os dados foram divulgados nesta quinta-feira (18) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged). O número é resultado da diferença entre admissões (13.922) e demissões de trabalhadores (11.474). 


De acordo com a pesquisa, os dois setores que alavancaram as vagas foram comércio (1.301 postos) e os serviços (1.251 postos), seguidos ainda de indústria de transformação (630). 

No acumulado de janeiro a novembro, o saldo da criação de empregos já é o terceiro maior do Nordeste com acréscimo de 17.675 postos, uma alta de 14,19% sobre os onze meses do ano passado. Os Estados do Ceará (50.732) e da Bahia (42.826) lideram no ano a geração de emprego na região, de acordo com os dados ajustados divulgados pelo ministério. Os Estados de Pernambuco (3.003) e Alagoas (3.305) estão ainda com saldo negativo no ano. 

Apesar de as oito atividades econômicas apresentarem saldo positivo neste ano no Estado, os setores que mais geraram vagas nos 11 meses foram serviços (9.828), comércio (4.364) e construção civil (2.246). 

Campina Grande liderou postos em novembro (1.033), seguido de João Pessoa (601), Guarabira (144) e Patos (100), mas no acumulado do ano a capital paraibana lidera com folga nos onze meses (7.848) a geração de empregos do Estado. Outras cidades como Campina Grande (2.615) e Guarabira (595) criaram mais postos no ano.

Brasil

Após registrar perdas de 30 mil empregos em outubro, o Brasil gerou apenas 8.381 empregos com carteira assinada em novembro. O número é resultado da diferença entre admissões (1.613.006) e demissões de trabalhadores (1.604.625). 

O número representa uma queda de 88% na comparação com o registrado em novembro do ano passado, quando o país gerou 69.361 vagas de emprego, na série com ajuste – que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Na série sem ajuste, considerando a criação de 47.486 postos em novembro de 2013, houve queda de 82%.

Em termos de regiões geográficas, o Sul do País apresentou o melhor desempenho, com 24,2 mil novos postos de trabalho. Em seguida, veio o Nordeste, com 11,2 mil novos postos de trabalho. Na região, o comércio foi o principal puxador do nível de emprego. Das 27 Unidades da Federação, 14 apresentaram desempenho positivo na geração de empregos. São Paulo, com 18 mil vagas a menos e desempenho puxado pela indústria.

PROFESSORA DO CES-UFCG PROMOVE AVALIAÇÃO NUTRICIONAL EM CUITÉ

A professora Vanille Valério Barbosa Pessoa da disciplina avaliação nutricional do curso de Bacharelado em Nutrição do Centro de Educação e Saúde (CES), promoverá um evento sob título Nutrivida na Medida, nesta terça, 16 de de dezembro, à tarde. As atividades serão desenvolvidas pelos estudantes desta disciplina e acontecerão  ao lado do centro de convivência da UFCG,  campus Cuité. Amanhã divulgaremos as imagens.


O professor Rafael Rodrigues, registrou também o excelente evento realizado no ano passado. Veja as imagens das atividades coordenada pela professora Vanille, em 11 de dezembro de 2013. Veja abaixo a professora Andreza  os professores Rand, Wellington e Egberto, do curso de Farmácia do CES,  participando da avaliação nutricional.

                                                  Professores Rafael e Vanile







                                                 Professor Rafael